sexta-feira, 21 de outubro de 2011

DIA DA CULTURA CUBANA

O dia 20 de Outubro ficou para sempre marcado desde 1868 quando em Cuba as tropas comandadas por Carlos Manuel de Céspedes tomaram a cidade de Bayamo na luta pela independência da coroa espanhola, sendo entoando pela 1.ª vez “La Bayamesa” que logo foi adoptado pelos combatentes e pela população como Hino Nacional.

Escrito pelo advogado Pedro Figueredo Cisneros (Perucho), as suas inspiradas estrofes guiaram o povo que se levantou para lutar pela liberdade e desde então é a marcha patriótica, símbolo da rebeldia, que tem acompanhado desde há mais de 140 anos todos os cubanos nas suas guerras, nos seus triunfos, nas suas alegrias ou tristezas e sempre nos momentos mais memoráveis.



video



Os seus primeiros versos dizem:


Ao combate correi, bayameses,
que a Pátria vos contempla orgulhosa
não temais uma morte gloriosa
que morrer pela Pátria é viver.
Em cadeias viver é viver
em afronta e opróbrio sumido,
do clarim escutai o som
às armas, valentes, correi,

Desta histórica data viria a escrever José Marti: “Para que o cantem todos os lábios e o guardem em todas as casas, para que corram as lágrimas dos que o ouvirem em combate pela primeira vez; para que se estimule o sangue das veias juvenis, o hino em cujos acordes, na hora mais bela e solene da nossa Pátria, se levantou o orgulho adormecido no peito dos homens”.

Foi assim que em 1980 o governo decretou que esta data passaria a ser comemorada anualmente como o “DIA DA CULTURA CUBANA”, realizando-se diversas actividades não só dentro do país, como também noutros locais onde existem representações diplomáticas.

Este ano em Portugal, pela primeira vez por iniciativa dos cubanos residentes no nosso país e contando com o apoio e patrocínio da Embaixada de Cuba em Lisboa, está marcada uma festa que se realizará amanhã, dia 22 de Outubro a partir das 12 horas na Costa da Caparica, com o mote “Orgulho de ser Cubano” onde se desenvolverá durante todo o dia para além do fraternal convívio, um vasto programa que inclui a gastronomia típica e actividades artísticas como música, dança e artes plásticas.

Celebrar em Portugal o DIA DA CULTURA CUBANA é também reafirmar o compromisso de defender a soberania de um povo e a forma de engrandecer a cultura e a história legada pelos antepassado
s que com o sangue derramado, escreveram tão belas páginas heróicas de patriotismo para que hoje fosse possível terem orgulho em serem cubanos.



Sem comentários: